top of page
Buscar
  • Foto do escritorKaren Bassi

Como eu trato meus pacientes com hérnia de disco?

A hérnia de disco ainda é um diagnóstico que assusta muitas pessoas, quase como uma sentença. Mas não é bem assim, nem sempre é tão terrível e por vezes, é até leve


Cada corpo tem uma história, uma genética, uma composição corporal e só isso já influencia e muito como será o tratamento de cada um e como a dor ou a hérnia irá se comportar


Por isso, a primeira coisa que faço no meu tratamento é identificar qual a maior queixa da pessoa. Pode ser dor nas costas, pode ser pinçamento, fisgada, queimação ou até dor na perna ou glúteo, e zero dor nas costas. Só isso já muda muito o que será feito no tratamento


Identificando onde e como dói, inicio minha sessão com técnicas de alívio, analgesia e descompressão, aliviando a pressão que pode estar causando a dor


Alguns pacientes melhoram muito rápido, associando com medicamento ou não (lembra que cada corpo é diferente do outro). Alguns, principalmente quando tem envolvimento de nervo, podem demorar um pouco mais, por conta dessas descompressão e tração que deve ser feita, mas a melhora vem.


Após aliviada a dor independente do caso, é iniciada a fase mais importante: estabilização e fortalecimento. Em resumo, o movimento!


A coluna precisa se mexer, estar forte, sem bloqueios ou limitações de movimentos. O mesmo paciente que não conseguia dobrar a coluna pra frente no início do tratamento, saíra dos meus cuidados com a coluna se movimento para todas as direções, com confiança e segurança


Se você está com hérnia de disco ou conhece alguém, acredite, é possível ficar bem. Algumas situações exigem um procedimento cirúrgico, e o tratamento é feito depois. Mas a decisão da cirurgia é feita com equipe médica, fisioterapeuta e o principal, o paciente. Cada caso é um caso, mas no final, a solução vem!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Como eliminar sua dor sem cirurgia

Você está sofrendo com a dor e busca uma solução sem ter que passar por uma cirurgia? Temos boas notícias para você. Existem diversas estratégias que podem ajudar a aliviar sua dor sem a necessidade d

Você toma remédio quando sente dor?

Quantas vezes você já tomou um analgésico ou anti-inflamatório quando sentiu aquela dor incômoda nas costas, no pescoço ou em qualquer outra parte do corpo? É uma prática comum, não é mesmo? Mas será

3 Hábitos que Podem Aumentar a Sua Dor nas Costas

1. Imobilismo prolongado: Passar longos períodos sem se movimentar, seja sentado em uma cadeira por horas ou ficar sem atividade física, pode aumentar a rigidez muscular e causar tensão na coluna vert

Comentarios


bottom of page