top of page
Buscar
  • Foto do escritorKaren Bassi

Será que você está com atenção excessiva: a hipervigilância?

Sabe quando um quadro cai da parede, você arruma, mas fica conferindo, dando uma olhada, sempre que passa por ele? Só pra garantir


Ou então o bebê, apareceu uma irritação na pele dele, e você confere frequentemente pra ver se está ali, se melhorou


Pois é. Imagina que, por vezes, fazemos isso com o nosso corpo. O exemplo mais claro é quando vamos ao dentista pra aliviar alguma dor. Deitamos na cadeira, o procedimento é feito, e assim que o dentista retorna a cadeira para a posição inicial, conferimos se a dor melhorou. Apertamos o dentro, ou fazemos o movimento que causava a dor


Agora imagina transferir isso pro dia a dia. Exemplo: Dói o joelho acelerar o carro. Eu entro no carro, meu joelho não estava doendo. Eu posiciono o pé no acelerado e penso "hm, vai doer". Pimba. A dor veio.


Vou pegar um objeto no chão, e sei que dobrar o tronco pra frente, dói a coluna. Antes de pegar o objeto, já sinto que vai doer.


Entende o que acontece aqui?


Eu antecipo a dor, e nem dou chance de fazer o movimento sem pensar nela. Será que é toda vez mesmo que dói? Será que em um dia que essa dor está mais amena, a dor vem na mesma intensidade com o mesmo movimento?


A dica aqui é: evite hipervigiar a dor. O comando de for que seu cérebro envia, pode ser um dos responsáveis pela dor aparecer. E não, isso não é psicológico ou invenção, é real


Você costuma fazer isso? Conferir seus movimentos, verificar o que dói, o que alivia, com frequência? Pode ser que você esteja hipervigilando essa dor


Fique atento!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Como eliminar sua dor sem cirurgia

Você está sofrendo com a dor e busca uma solução sem ter que passar por uma cirurgia? Temos boas notícias para você. Existem diversas estratégias que podem ajudar a aliviar sua dor sem a necessidade d

Você toma remédio quando sente dor?

Quantas vezes você já tomou um analgésico ou anti-inflamatório quando sentiu aquela dor incômoda nas costas, no pescoço ou em qualquer outra parte do corpo? É uma prática comum, não é mesmo? Mas será

3 Hábitos que Podem Aumentar a Sua Dor nas Costas

1. Imobilismo prolongado: Passar longos períodos sem se movimentar, seja sentado em uma cadeira por horas ou ficar sem atividade física, pode aumentar a rigidez muscular e causar tensão na coluna vert

Comments


bottom of page